Recomendações

(160)
Texano  , Bacharel em Direito
Texano
Comentário · ano passado
O que eu acho engraçado nesta demagogia é que nunca trazem à baila as questões que delimitam a existência dessa suposta divergência salarial, colocam tudo no mesmo balaio e quem acreditar que acreditou.

Mas não é bem assim. Os números revelam o porquê da existência dessa diferença, e só não enxerga quem não quer. Dentre esses 20%, por exemplo, certamente 20% pode ser explicado pelo fato de que homens realizam mais horas extras; existe a questão econômica da rentabilidade, etc.

A exemplo de caso, Faustão e Fátima Bernardes. O primeiro ingressou na globo em 1989, trabalha 4 dias por semana e ganha 5 milhões mensais. Fátima entrou na globo em 1987, trabalha 5 dias por semana e ganha 1 milhão por mês. Ou seja, não é diferença pura e simples, há nuances que precisam ser consideradas juntamente com os dados, o que perniciosamente não fazem, questão, entendo, que se trata de pura má-fé.

Se por acaso fosse como a narrativa afirma, certamente teríamos os empresários mais burros do mundo, já que empregam muito mais homens do que mulheres, podendo pagar a estas últimas, exercendo a mesma função, salário menor. Não há mais MPT ativo no país, ou estou enganado? Será que não seria o caso de avisarmos os milhares de advogados trabalhistas que militam no Brasil para corrigir isso?

Aposto que, se existe alguém aqui que já viu alguém buscar advogado para ajuizar questão de equiparação salarial entre homens e mulheres, certamente é a exceção da exceção.
Yury Rodrigues, Advogado
Yury Rodrigues
Comentário · ano passado
Concordo plenamente, mas devemos nos atentar que devemos tratar todos iguais na medida de sua desigualdade. Bem ela recebe como pessoa jurídica , sem falar que recebe mais que os outros jornalistas e outras mulheres, mas como ela mesma disse NÂO INTERESSA A NINGUEM SABER QUANTO ELA GANHA.

Diante dessa afirmação dela, a afirmação que homem e mulher devem ganhar igual cai por terra. Por se tratar de serviço privado como bem disse o Candidato na entrevista não cabe a eles interferir ainda mais na esfera do empresariado mas sim compete aos funcionários brigarem para ter salários dignos e iguais.

Bem novamente devemos nos atentar quem gostaria de recebe o mesmo salário na mesma função trabalhando e produzindo mesma coisa sendo que posui um diferencial como curso, motivação, interesse?

A esfera pública é a GALINHA DOS OVOS DE OURO, intocada , onde todos recebem iguais, se locupletando diretamente do cidadão que é escravizado e vive na miséria.

O privado financia o público, como poderia dar altos salários quando é necessário pagar e manter o funcionário público, agora passamos ao ponto central.

TODOS SÃO IGUAIS E MERECEM MESMO SALÁRIO

Nós sentimos na prática , exercemos mesmas funções e trabalhamos mais horas de trabalhos que o servidor público, exercemos tarefas mais complexas e possuimos nível superior e recebemos 20 vezes menos que o servidor público. Agora quero saber onde esta a igualdade? Por que devemos trabalha mais , ter mais atributos para tarefas mais complexas e receber menos que a mulher ou homem que tem menos capacidade do que nós no serviço público?

Claro esqueci de mencionar que eles escolhem quando querem aumentar o salário deles, já o serviço privado se você pedir aumento simplesmente seu CHEFE VAI DIZER QUE TEM OUTRO NA FILA QUERENDO SEU EMPREGO POR 2 VEZES MENOS SALÁRIO QUE VOCE.

Entendam a realidade e a política como queiram, mas aqueles dois jornalistas fizeram perguntas mediocres e não mostraram a população o que traz a diferença no salário que no final é FALTA DE INFORMAÇAO E CORAGEM PARA BRIGAR E EXIGIR DIREITOS POR MEIO DE GREVES CONTRA O ESTADO E O PARTICULAR..

Queria eu receber 6 mil reais com nivel médio como concurso público para trabalhar de 12:00 as 18:00H de segunda a sexta exceto feriados.
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Josiel

Carregando

Josiel Brito

Entrar em contato